CDS-PP repudia ataque deliberado d’O Vilaverdense ao bom nome dos Bombeiros de Vila Verde

O CDS-PP de Vila Verde emitiu no dia 13 de Janeiro um comunicado de imprensa, manifestando repúdio acerca do que considera serem ataques gratuitos aos Bombeiros Voluntários de Vila Verde por parte do mensário “O Vilaverdense”.

O documento é o resultado de uma decisão da Comissão Política dos centristas e nele responsabilizam o Jornal “O Vilaverdense” por fazer “ataque deliberado à dignidade e bom nome dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde”, acrescentando que “já não é a primeira vez que “O Vilaverdense” ataca e insulta, irresponsável e gratuitamente, os bombeiros de Vila Verde .”

No texto enviado pelo CDS-PP à redação do Notícias de Vila Verde, pode ler-se ainda um apelo ao Jornal “O Vilaverdense”, na figura do seu diretor, Carlos Silva, para que “já que fazem uso de uma carteira profissional, devem dignificá-la.” O CDS lembra que os Bombeiros Voluntários de Vila Verde têm uma centena de anos de história, com “muitos serviços feitos à comunidade, muitas vidas salvas e muito património protegido graças a homens e mulheres absolutamente ímpares” e que as “falácias” que, nas palavras do comunicado, “O Vilaverdense” vai publicando com base em “denúncias supostamente anónimas”, têm o efeito de ir “ferindo mortalmente a honorabilidade” dos Bombeiros Voluntários.

Na nossa edição online, convidamos os nossos leitores a conhecerem o texto integral do comunicado do CDS-PP de Vila Verde.

Data: 13 de Janeiro 2015

ASSUNTO: REPUDIO PELOS ATAQUES GRATUITOS AOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VILA

VERDE

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Em reunião de Comissão Política de 10 de Janeiro último, o CDS deliberou repudiar, veemente, o que consideramos ser um ataque deliberado à dignidade e bom-nome dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde por parte do jornal local “O Vilaverdense”.

            Já não é a primeira vez que “O Vilaverdenses” ataca e insulta, irresponsável e gratuitamente, os bombeiros de Vila Verde, e mais uma vez nesta última edição de Janeiro se 2015 lá voltam as notícias vazias de conteúdo suportadas por supostas polémicas. Notícia que afinal parece não o ser, mas que é ingrediente para vender mais jornais e atingir objectivos ainda pouco claros. A pergunta que gostaríamos de ter resposta é: Quais os reais motivos atrás destas calúnias aos Bombeiros Voluntários de Vila Verde? O que o move verdadeiramente estes senhores? As fontes de informação para estes ataques são já sobejamente conhecidas: ou são cartas e denúncias supostamente anónimas, ou são fontes mistério escondidas atrás de nomes colectivos.

            A este jornal, na pessoa do seu director, o Sr. Carlos Silva, reiteramos o alerta que os Vilaverdenses não estão distraídos, que as habilidades jornalísticas são já bem conhecidas e que, já que fazem uso de uma carteira profissional, devem dignifica-la. Pedimos ainda que façam justiça a um dos slogans de comunicação mais emblemáticas da empresa detentora deste jornal – “Não esquecemos que o sucesso dos nossos parceiros é o nosso próprio sucesso!” – e respeitem o Povo de Vila Verde que, estamos certos, será o parceiro privilegiado deste jornal. Que esta lema não seja apenas irónica.

            Mas a verdade é que aos poucos estas falácias vão ferindo mortalmente a honorabilidade de uma instituição impar do Concelho, uma instituição com uma longa e digna história que a 100 anos, diariamente, presta um serviço voluntário e dedicado à população de Vila Verde. Grandes homens e grandes mulheres lá estão, e lá passaram. Em 100 anos os Bombeiro Voluntário têm muitos serviços feitos à comunidade, muitas vidas salvas e muito património protegido graças a homens e mulheres absolutamente impares.

            Aproveitamos ainda para solicitar a outras forças políticas que sejam comedidos e não usem os Bombeiro Voluntários para lutas políticas (toda a “novela” relativa à comemoração dos 100 anos da instituição foi uma vergonha institucional) e deixem de uma vez de politizar instituições que são de todos os Vilaverdenses, sem excepção, e merecem autonomia e independência de gestão.

Pela Comissão Política,

Paulo Marques

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s